FACULDADE DO NOROESTE DO MATO GROSSO

ALUNOS DA ESCOLA RURAL DE JUÍNA PARTICIPAM DO PROJETO FITOFARAJES: A HORA DO CHÁ, NA AJES

É muito importante ver as crianças falando das plantas medicinais

Programa FITOFARAJES- HORA DO CHÁ, está na boca do povo, aliás nos ouvidos, no conhecimento. Estamos felizes em poder contribuir com a sociedade juinense, essa é nossa missão “Ser uma faculdade inclusiva, comprometida com a formação científica, cidadã e ética”, poder contribuir com a promoção das crianças também é nosso papel, por isso aceitamos recebê-las, foi muito gratificante ouvir os alunos de o ensino fundamental explicar sobre o uso das plantas medicinais, foi emocionante, pois precisamos fazer com que esse conhecimento milenar se multiplique e pra isso as crianças precisam saber da importância das plantas, afirma a profª Drª Isanete Bieski.

A equipe do projeto agradece e parabeniza as professoras da Escola Rural na Gleba CAIABI, parabéns a Secretaria de Educação pelo apoio, na pessoa da diretora Sandra Aparecida Strappasson parabéns as acadêmicas de farmácia e psicologia pela participação.

O objetivo do projeto é divulgar a importância da utilização segura e racional do chá feito com plantas medicinais e seus benefícios para a saúde quando usada corretamente. 

Esse projeto tem nos ensinado muito sobre os benefícios das plantas medicinais, além d podermos estar próximo da comunidade é muito gratificante, relata a Academica Marcia do curso de Psicologia. 

"Achei o projeto hora do chá muito importante e interessante, o mesmo proporcionou tanto para as crianças da escola da gleba Caiabi, quanto para nós acadêmicas que participamos, um conhecimento diferenciado sobre as plantas medicinais, descobrimos os nomes das plantas, como usa-las e para qual doença estas são indicadas"  relata a academica Márcia da Silva Gonçalves.

Os alunos além de participar da palestra pela equipe do projeto na Secretaria Municipal de Educação que também contou com a participação da Secretária de Educação do Municipio de Juína, também fizeram uma visita especial no Horto Medicinal Agroecológico da AJES, acompanhados pela Profª Drª Isanete Bieski e as acadêmicas da AJES.

"Eu fiquei muito feliz em ver a ação das professoras em incentivar aqueles alunos  a cultivar plantas medicinais, por que assim estas crianças vão ter a consciência da importância que as plantas medicinais tem para a saúde humana e além disso vão aprender a cuidar do meio ambiente de uma forma responsável" destacou a academica de psicologia Claudiane de Jesus Rodrigues.

É muito importante a participação dos academicos nos projetos de extensão e principalmente pelo aprendizado e a proximidade com a população.

A acadêmica Jessica Naira também ficou encantada em participar do projeto e ver o entusiasmo das crianças "É gratificante ver o brilho no olhar das crianças ao aprender algo novo e ao demonstrar seus conhecimentos, as crianças possuíam um conhecimento sobre as plantas medicinais que muitos adultos não possuem e isso  se deve a bela desenvoltura das professoras, que se dedicaram a ensinar as crianças os benefícios das plantas medicinais, parabéns as professoras e parabéns a Dra. Isanete por transmitir seus conhecimentos sempre com bom humor, dedicação e entusiasmo", afirmou ela.